E aquele queijo? – Volume 1 – Azul de Bofete – Bela Fazenda

Nesta edição da séria escrita “E aquele queijo?” da A Casa do Produtor, apresentamos o queijo Azul de Bofete.

O Azul do Bofete é um queijo azul produzido pela Bela Fazenda. Uma queijaria fundada em 2017 pela Carolina Bittencourt, veterinária de formação, que decidiu dedicar-se exclusivamente aos queijos. Localizada na cidade de Bofete, na região Oeste do Estado, a 198 da capital de São Paulo.

A produção da queijaria, fazenda Supresa, destaca-se pelo uso de leite cru de vacas Jersey alimentadas a pasto em sua produção e fermentados naturalmente com kefir.

O Azul de Bofete foi o primeiro queijo produzido pela queijaria. Ele é um queijo de massa mole, não prensada, cremoso por dentro. Nele é adicionado o fungo penicillium roqueforti, que é cultivado em um pão de fermentação natural em condições ideais que é posteriormente adicionado no leite para que este seja inoculado com os esporos.

Este queijo tem uma maturação de por volta de 60 dias, que é realizada nas cavernas da queijaria. Com apenas 7 dias de maturação já é possível observar a formação da casca mofada no queijo, e é neste momento que é necessária a realização de furos no queijo para que o oxigênio entre dentro da massa do queijo e permita a proliferação dos fungos penicillium roqueforti no interior.

O resultado deste processo é um queijo azul de massa macia, sabor suave e intenso ao mesmo tempo. É possível notar o sabor do creme fresco e leve amargor característico dos queijos que levam este tipo de mofo na massa.

Sua casca mofada pode ser consumida normalmente, mas uma sugestão de consumo é retirar a tampa desta casca para que o interior do queijo possa ser consumido com uma colher ou até espalhada com o auxílio de uma faca em um pão, por exemplo.

Outro jeito delicioso de consumir este queijo é colocar um favo de mel por cima e deixar o mel escorrer pelo queijo. O contraste do sabor adocicado do mel com o amargor característico do Azul de Bofete transforma esta combinação em algo surpreendente.

O Azul de Bofete é um queijo que harmoniza muito bem com vinhos mais doces e menos tânicos. Vinhos do Porto costumam combinar muito bem com queijos azuis, minha indicação é um belo Chardonnay.

Gostou?

Conheça este queijo e muitos outros na A Casa do Produtor. Uma plataforma que conecta o produtor artesanal com você e tem como missão desenvolver e democratizar o consumo destes produtos por meio de um comércio justo e colaborativo.

Combina muito bem com:

Por: Carlo Caruso

[team_member img=”3130″ style=”vertical” name=”Carlo Caruso” title=”Sócio A Casa do Produtor” icon_style=”small” instagram=”http://instagram.com/carlomcaruso” image_height=”100%” image_width=”15″ image_radius=”100″ text_align=”left”]

[/team_member]

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *