Fazenda Santa Helena

Santa HelenaSete Barras – SP

Santa Helena

Sete Barras – SP

A história com as “meninas”, como o próprio queijeiro Pedro Paulo Delgado chama o seu rebanho de búfalas, começou em 1998 com a venda de leite para um laticínio na região do Vale do Ribeira. Em 2002, com a extinção do cliente, passou a dedicar-se à produção de mozzarella fresca em bola para aproveitar a produção leiteira de sua fazenda em Sete Barras. Deu certo: a marca atualmente produz outras opções de queijos de búfala, como fresco, requeijão, bola e a Crema, queijo inspirado na burrata italiana e supercremoso, recheado com creme de leite de búfala. Desde 2014, a marca também oferece várias versões curadas – as primeiras da categoria no Brasil -, como o Vale do Ribeira, de massa crua, apertada e com um mofo regional na receita, que é oferecido com maturação de pelo menos 90 dias, levemente picante. E o Ambrósio, também de massa crua, lavado em aguardente com mel e selado em cera de abelha.

Tradição

Mais de 20 anos de produção e qualidade.

Saudável

O leite de búfala possui 10% a mais de concentrados proteicos e o dobro de cálcio por porção. Além disso, a quantidade de minerais como potássio, magnésio, ferro e vitamina A e C também é maior

Região

Interior Paulista

A região do interior paulista, em contraponto a outros estados brasileiros que seguem a tradição à risca, reproduzindo modos de preparo seculares e já reconhecidos oficialmente, a produção queijeira paulista aposta na inovação, com o desenvolvimento de novas receitas, possibilitando a existência de mais de 100 tipos de queijos. Há queijos de vaca, búfala, cabra, ovelha e mistos, em variedades frescas ou curadas. Com esta variedade de produtos artesanais, a região é uma das mais representativas do país e deve ser considerada como tal. A valorização da liberdade criativa, possibilitando criação de novas variedades e estilos, respeitam os limites da sustentabilidade econômica, ambiental e social.