Queijo Azul do Bofete – Bela Fazenda – 250g (aprox.)

R$55,90

Em estoque

SKU: 1.1.000134.01 Categorias: , Tags: , , , ,

Como é este queijo?

Atributos do delicioso Queijo Azul do Bofete – Bela Fazenda – 250g (aprox.).

Descrição

Conheça o Queijo Azul do Bofete da Bela Fazenda

O quejo Azul do Bofete é um queijo que vai te fazer rever tudo que você sempre pensou sobre queijos azuis.

Ele é um queijo que mistura sensações intensas e suaves ao mesmo tempo na boca. O leve amargor característico dos queijos azuis com a suavidades do creme fresco usado na sua produção tornam este produto algo de outro mundo.

Sua massa é macia e em alguns momentos cremosa que pode ser consumida com uma colher. Já a casca é mofada, por influencia dos mofos azuis aplicados na produção.

A textura na boca é similar a uma manteiga, com odor marcante porém não forte.

Sua maturação é de cerca de 30 dias.

O queijo Azul do Bofete é comercializado em peças redondas pesando em torno 250 g.

Como consumir o queijo Azul do Bofete?

O queijo Azul do Bofete pode ser consumido como aperitivo mesmo, seu sabor será o destaque da sua tábua de queijos, ou até em lascas em salada, por exemplo, junto com nozes, mel e frutas secas.

Aliás, o mel e este queijo combinam perfeitamente. Indicamos muito experimentar ele com um belo Mel Cremoso da Casa Roncador.

Para combinar com bebidas o ideal é a harmonização por contraste. Este tipo de harmonização tem como objetivo equilibrar o sabor salgado e intenso do Azul Britânia com a doçura do vinho ou cerveja, proporcionando uma experiência incrível nos seus sentidos.

Com vinhos indicamos vinhos de sobremesa como o vinho do Porto e para vinhos tinto secos de uvas mais encorpadas como o Malbec ou Cabernet Sauvignon. Não deixe de conhecer nossos vinhos neste link aqui.

Já para cervejas este queijo pede uma que tenha uma boa estrutura para equilibrar o seu sabor. Alguns estilos que irão harmonizar super bem são: Belgian Strong Ale, Porter, Stout, Strong Golden Ale e  Tripel.

Não deixe de conhecer nossa cervejas neste link aqui.

Quer um guia fácil de harmonização de queijos e vinhos? Acesse este link aqui.

Como armazenar o queijo Azul do Bofete?

O queijo Azul do Bofete deve ser conservado sob refrigeração e sempre bem embalado.

O ideal é embalar em papel filme plástico tentando retirar o máximo de ar de dentro para que o queijo dure o máximo possível e você possa aproveitar ele com seus convidados, família e amigos.

Os benefícios dos queijos de mofo azul

Reza a lenda que o queijo azul foi descoberto por acidente quando um queijo esquecido dentro de uma caverna foi “contaminado” com o mofo de pão esquecido por lá também.

Sua produção evoluiu com o tempo e hoje se tornou sofisticada. Os queijeiros especialistas usam culturas de bactérias que convertem o açúcar do leite em ácido láctico e, mais importante, usam o extratos de mofo como o famoso Penicillium roqueforti.

Independente da origem, hoje já se sabe dos surpreendentes benefícios para saúde que ele traz para a nossa saúde. Tais como:

  • Evita a osteoporose: os queijos azuis são ricos em cálcio, até se comparados com outros queijos, o que ajuda na saúde dos ossos.
  • Prevenção da Obesidade: o consumo de queijos azuis ajuda no controle da gordura visceral.
  • Saúde do Coração: este tipo de queijo possui um composto chamado de espermidina que atrasa o envelhecimento e reduz o risco de doenças cardiovasculares.

Além disso, o queijo azul é uma ótima fonte de proteína e uma ótima fonte de:

  • Fósforo
  • Selênio
  • Riboflavina

Para saber mais sobre os benefícios do queijo azul acesse esse link.

Onde é produzido o queijo Azul do Bofete?

A queijaria fundada em 2017 por Carolina Vilhena, veterinária de formação que decidiu dedicar-se exclusivamente aos queijos, está localizada na cidade de Bofete, na região Oeste do Estado, a 198km da capital. Ávida pesquisadora, a queijeira trabalha com leite de vacas Jersey da sua própria criação e fabrica queijos de leite cru fermentados com kefir.

A Bela Fazenda é um sonho realizado pela Carolina que após se formar não aguentava mais as saudades da vida da fazenda. Em 2015, após uma viagem para Itália, decidiu dar o primeiro passo em rumo ao seu projeto, concluindo diversos cursos e imersões em grandes produtores. Em 2017 iniciou a produção na fazenda Supresa na cidade de Bofete, no interior de São Paulo.

O mundo agora é pequeno para a Bela Fazenda, que agora já está consagrada como um dos maiores produtores de queijos artesanais do Brasil.

Você também pode gostar de…