Queijo Boursin no Azeite – Atalaia – 200g (aprox.)

R$34,90

Em estoque

Como é este queijo?

Atributos do delicioso Queijo Boursin no Azeite – Atalaia – 200g (aprox.).

Descrição

Conheça o Boursin da Atalaia

Feito com leite de cabra, o Boursin da Atalaia, passa por uma fermentação láctica para chegar na sua textura pastosa e cremosa. Ele é condimentado com ervas finas (alecrim, orégano e pimenta rosa) e azeite de oliva que dá a ele um sabor marcante erval.

O Boursin foi premiado com medalha de ouro 🥇 no IV Prêmio Queijo Brasil e é considerado um dos melhores do Brasil.

Mas afinal o que é o Boursin?

O Boursin é queijo cremoso e macio (pastoso) que pode ser servido em formato de pasta ou, do jeito mais clássico, em formato de pequenas bolinhas. Sua textura se assemelha a textura de um cream cheese.

O primeiro Boursin foi criado em 1957 pelo francês François Boursin, produtor de queijo da Normandia. Sua inspiração para a criação foi em um prato de festas já consumido na região chamado de fromage frais.

Ele pode ser feito de de leite de cabra, vaca e ovelha. Seu sabor originalmente era mais adocicado porém hoje ele é servido salgado.

Quer conhecer um pouco mais sobre a história do Boursin, acesse esse link.

Como consumir o Boursin?

O Boursin pode ser consumido de diversas maneiras desde puro até em saladas. Quer nosso conselho? O jeito mais delicioso é passar ele sobre um belo pão artesanal quentinho. Fica maravilhoso!

Como harmonizar seu Boursin?

Para harmonizar este tipo de queijo com vinhos sugerimos vinhos brancos com boa acidez para equilibrar com acidez dele. Uma sugestão de vinho é o vinho branco da Larentis Chardonnay

Para harmonizar sugerimos cervejas com certa acidez também como os estilos weissbier, witbier, saison e pilsen. Indicamos aqui as cervejas da Cervejaria Tarantino.

Como armazenar o seu Boursin?

Para armazenar o Boursin é super simples! Como ele já vem em conserva no azeite de oliva após abrir seu recipiente é só voltar ele para geladeira para que o restante possa ser consumido.

Indicamos não retirar o líquido de dentro do pote (no caso o azeite) para evitar que o queijo resseque ou azede. Mantendo desse jeito com certeza ele vai durar muito mais!

Onde é produzido?

Localizada a 140km da Capital de São Paulo, em Amparo, a fazenda Atalaia tem mais de 140 anos de história. A propriedade, que pertenceu a Pedro Penteado (presidente do Banco Industrial de Amparo), é datada de 1870 e é um exemplar de cultura, história e arquitetura da época.

As tentativas de usar o espaço para produção de Café foram frustradas com a crise de financeira de 1929, favorecendo o estabelecimento e busca de novos meios de sobrevivência. Em 1940, a propriedade passar a ser administrada pela família Matta, de origem libanesa, que chegou ao Brasil em 1908.

A produção de queijo, hoje a principal ocupação da fazenda, iniciou de modo informal há mais de 20 anos atrás, tocada pelas mãos do casal de mestre-queijeiros Rosana e Paulo Rezende. Com a gestão do casal, a fazenda centenária, passou por uma ressignificação do seu espaço, antigos lugares voltaram à vida para a produção de queijo, turismo rural e educação patrimonial.

O resultado deste esforço é que em 2016 a Fazenda Atalaia criou o primeiro queijo brasileiro premiado com uma medalha de Ouro no World Cheese Awards, evento realizado na Espanha.

A Fazenda Atalaia ajudou a botar São Paulo de volta no roteiro dos melhores queijos do Brasil. Com diversos sabores, dos mais intensos aos mais suaves, cada queijo e produto são uma sensação indescritível. Venha experimentar.

Você também pode gostar de…