Ganhe uma Manteiga com Sal Atalaia em compras acima de R$ 300,00.

Queijo Araritaguaba – Queijaria Rima – 200g (aprox.)

(7 avaliações de clientes)

R$ 88,50

Em estoque

Acrescentar Opções
Mel Puro Cremoso - Casa Roncador
1 × Mel Puro Cremoso – Casa Roncador – 240g

Em estoque

R$ 51,70
Salame de Cordeiro - Salumeria Mayer
1 × Salame de Cordeiro – Salumeria Mayer – 170g

Em estoque

R$ 69,90
Textura:
Duro
Maturação:
Extra longa (10+ meses)
Tipo:
Pecorino
Intensidade:
Intenso

Conheça o queijo Araritaguaba

O queijo Araritaguaba é inspirado no famoso queijo romano pecorino, um queijo de tradição milenar e super delicioso.

Feito com leite de ovelhas, este queijo é curado por no mínimo 12 meses nas cavernas de maturação do sítio da queijaria Rima. Seu nome é inspirado no nome indígena da região de Porto Feliz, antes da chegada dos portugueses.

Seu sabor é similar ao pecorino, salgado e picante, que se torna cada vez mais robusto conforme sua maturação. A textura é granulosa, devido aos cristais de tirosina que se formam no queijo.

Na boca é uma explosão de sabores e sensações. Caso você não conheça ainda, indicamos fortemente experimentar este queijo.

Os queijos de ovelha são ótimas opções para intolerantes à lactose devido a sua fácil digestão. Fica a dica!

A peça do Araritaguaba tem cerca de 200g e vem embalada à vácuo.

Mas afinal o que é o queijo Pecorino?

O queijo Pecorino é um dos mais famosos queijos italianos. Sua origem está conectada com a história da Roma Antiga e é fácil de entender devido ao seu nome.

Este queijo é um ingrediente fundamental em vários pratos típicos italianos como os famosos “espaguete à carbonara” e o “bucatini all’amatriciana”.

O Pecorino é um tipo de queijo de massa dura feito exclusivamente com leite de ovelhas, que tem um sabor forte e picante.

Considerado um dos queijos mais antigos da história, sua origem vem da Era Clássica e era muito apreciados pelos romanos antigos. De fato, foi referenciado em obras de famosos escritores de antiguidade e também era utilizado como alimento das famosas legiões em suas expedições pela Europa.

Foi reconhecido em 2002 como DOC e tem sua origem conservada pela União Europeia.

Quer conhecer mais sobre o Pecorino, acesse esse link.

Como consumir o Araritaguaba?

Para melhor experiencia recomendamos retirar de refrigeração o Araritaguaba  cerca de 30 à 40 minutos antes do consumo.

Ele é ideal para consumo em tabua de frios, compondo com outros tipos de queijo, e na composição de pratos quentes e frios, sendo um dos mais clássicos o Carbonara. Fica excelente também como complemento de massas diversas e ralado sobre um clássico carpaccio.

Ele fica ótimo também com o Mel Cremoso da Casa Roncador ou com o Mel de Cacau da Chacauhaa.

Como armazenar o queijo Araritaguaba?

Após aberto, se não consumido integralmente, recomendamos guardar dentro de um recipiente fechado (ex. Tuppeware ou pote de vidro com tampa) ou embrulhar em plástico filme. Após embrulhados conservar na geladeira, de preferencia na gaveta de legumes.

Onde é produzido o Araritaguaba?

A historia da queijaria Rima começa com a chegada do primeiro filho de Maria Clara e Ricardo, que passaram questionar sobre a vida que levavam na cidade grande. Em 2016, com vontade de viver do campo, com mais contato com a natureza, e de produzir alimentos de forma consciente e sustentável, tiveram a ideia de produzir queijos de ovelha.

Após passarem mais de dois meses na Europa estudando e conhecendo as tradicionais produções de leite e queijo de ovelha, voltaram para o Brasil e em Porto Feliz iniciaram o sonho de se despedirem da cidade e começarem a vida de mestres queijeiros, onde poderiam criar seus filhos e ter uma vida mais conectada a terra e natureza.

A ligação de Maria Clara e Ricardo com as raízes da terra brasileira se destaca na importância da história de nossa terra antes da colonização, que eles enfatizam nomeando cada um dos queijos com nomes indígenas que trazem cultura, destaque e significado para cada um de seus produtos, de forma crucial para mantermos nossa cultura viva.

logo - rima - acap
Porto Feliz – SP

A historia da queijaria Rima começa com a chegada do primeiro filho de Maria Clara e Ricardo, que passaram questionar sobre a vida que levavam na cidade grande. Em 2016, com vontade de viver do campo, com mais contato com a natureza, e de produzir alimentos de forma consciente e sustentável, tiveram a ideia de produzir queijos de ovelha.

Após passarem mais de dois meses na Europa estudando e conhecendo as tradicionais produções de leite e queijo de ovelha, voltaram para o Brasil e em Porto Feliz iniciaram o sonho de se despedirem da cidade e começarem a vida de mestres queijeiros, onde poderiam criar seus filhos e ter uma vida mais conectada a terra e natureza.

A ligação de Maria Clara e Ricardo com as raízes da terra brasileira se destaca na importância da história de nossa terra antes da colonização, que eles enfatizam nomeando cada um dos queijos com nomes indígenas que trazem cultura, destaque e significado para cada um de seus produtos, de forma crucial para mantermos nossa cultura viva.

Produtor - Rima - ACAP
foto-regiao-interior_paulista
São Paulo

A região do interior paulista, em contraponto a outros estados brasileiros que seguem a tradição à risca, reproduzindo modos de preparo seculares e já reconhecidos oficialmente, a produção queijeira paulista aposta na inovação, com o desenvolvimento de novas receitas, possibilitando a existência de mais de 100 tipos de queijos.

Há queijos de vaca, búfala, cabra, ovelha e mistos, em variedades frescas ou curadas. Com esta variedade de produtos artesanais, a região é uma das mais representativas do país e deve ser considerada como tal. A valorização da liberdade criativa, possibilitando criação de novas variedades e estilos, respeitam os limites da sustentabilidade econômica, ambiental e social.

Produto Indicado Por

hero Roberta juliao
Chef de Cozinha

Foi depois de se formar em administração de empresas pela FGV que Roberta Julião decidiu largar o mundo corporativo e seguir sua paixão: a gastronomia. Em 2009 criou o blog Da Feira ao Baile e foi a partir dele que tudo começou. Por lá, Roberta compartilhava suas dicas do mundo culinário e receitas preparadas por ela. Aos poucos ganhou espaço e reconhecimento na área e decidiu seguir em frente.

Depois do sucesso de um bolo que fez para seu próprio aniversário, começou a aceitar encomendas e resolveu se profissionalizar. Estudou gastronomia no SENAC-SP, e sempre buscando desenvolver suas técnicas e conhecimentos, realizou estágios nos renomados restaurantes D.O.M e Dalva e Dito, de Alex Atala, e no Epice, de Alberto Landgraf.

Com o tempo a demanda aumentou e Roberta resolveu abrir seu próprio espaço, levando junto o nome Da Feira ao Baile, que tão bem representa seu estilo na cozinha. Segundo a chef, sua “maior felicidade e motivação está em servir e proporcionar bons momentos aos seus clientes e amigos através de sua comida”

hero Vanessa abbud

Vanessa Abbud é empresária, estilista, influenciadora e mãe do Max. Vive a moda em seu cotidiano, apaixonada pelo campo de onde vem sua paixão por produtos artesanais. Adora viajar, comer bem e degustar um bom vinho.

7 avaliações para Queijo Araritaguaba – Queijaria Rima – 200g (aprox.)

  1. Vandersoni Monteiro Vieira de Moraes (comprador verificado)

    Bom produto, mas não justifica o preço

    (0) (0)
  2. ARLY NAI TEIXEIRA (comprador verificado)

    (0) (0)
  3. Cindy (comprador verificado)

    (0) (0)
  4. Severino Pereira da Neto (comprador verificado)

    (0) (0)
  5. Gilberto F. (comprador verificado)

    (0) (0)
  6. Dahmer M. (comprador verificado)

    (0) (0)
  7. Sandra S. (comprador verificado)

    (0) (0)
Adicionar uma avaliação

Receba novidades por e-mail