Vinho Larentis Tinto Malbec 2020 – 750ml

R$89,00

Fora de estoque

SKU: 1.12.000318.01 Categorias: , Tags: , , , ,

Descrição

Conheça o Vinho Larentis Tinto Malbec 2020

O vinho Larentis Tinto Malbec 2020 é elaborado com cepas selecionadas em safras propícias para a produção de vinhos longevos.

As uvas são selecionadas manualmente nos melhores vinhedos da Família Larentis. Elaboração tradicional com controle de temperatura durante a fermentação. Esta fermentação é malolática, que é realizada por bactérias que liberam o dióxido de carbono, que suavizam a acidez e geram uma sensação amanteigada na boca.

O envelhecimento é realizado em barricas de carvalho francês por 6 meses. Ele depois de engarrafado descansa na caverna por um ano antes de ser comercializado.

O vinho Larentis Tinto Malbec 2020 é o primeiro da excepcional safra de 2020. Feita com a variedade de uvas Malbec e tem graduação alcoólica de 13,3%.

Visualmente ele possui uma cor rubi intensa com reflexos violáceos, excelente transparência e brilho. No olfato é possível sentir notas de frutas vermelhas, torrefação e chocolate com boa intensidade. No paladar este vinho é equilibrado com bom volume de boca e persistência.

A temperatura ideal de serviço é de 16ºC a 18ºC.

O vinho Larentis Tinto Malbec 2020 vem em garrafas de vidro de 750ml.

Como harmonizar o seu vinho Larentis Tinto Malbec 2020?

Harmonizar a uva Malbec é mais simples do que você pode imaginar 🙂

Por ser um vinho encorpado o vinho Larentis Tinto Malbec 2020 é uma ótima combinação para comidas de sabor forte e mais ricos. Uma dica é evitar tomar este delicioso vinho com alimentos de sabores mais suaves, isto fará com que o vinho se sobreponha por completo ao sabor.

Os taninos moderados deste vinho abrem o leque para harmonização com uma grande variedade de carnes, onde até cortes mais magros funcionam perfeitamente. Você descobrirá que a uva Malbec combina com carnes de gado, porcos e cordeiro, mas também com carnes mais gordurosas como salmão e aves de carnes escura.

Para queijos busque harmonizar o vinho Larentis Tinto Malbec 2020 com queijos azuis potentes, queijos de cabra e queijos “tipo gouda”.

Considere comidas de sabores ricos e vibrantes. Evite vegetais amargos ou molhos que tenham vinagre, que podem criar sabores metálicos em seu paladar e estragar sua experiência.

Conheça a história da Uva Malbec

Os melhores vinhos oferecem potencial de envelhecimento e levam a comida para outro nível de apreciação. É aí que os vinhos da uva Malbec se destacam.

A uva Malbec possui uma fina casca de cor roxo escura e é nativa da região sudoeste da França, que foi seu local predileto por séculos. Durante a idade média, o Malbec era conhecido por “vinho escuro de Cahors”, onde ganhou fama pela sua cor escura e sabor intenso. Inclusive, teve diversos nomes: Cote Rouge, Jacobain, Pied Rouge, ou Cahors são alguns deles.

Após certo tempo, a uva chegou na região de Bordeux onde virou umas das 5 principais variedades nos blends da região. Duas casas famosas (Pressac and Malbec) trouxeram um alcance maior a este vinho e geraram dois nomes para ele: Noir de Pressac and Malbec. Hoje, o nome Malbec é mais reconhecido internacionalmente, mas em diversos lugares ainda é chamado pelo outro nome.

No século XIX uma epidemia quase levou a extinção da uva da França mas, por sorte, algumas acres sobreviveram continuando a produção do vinho. Perto de 1850, o vinho Malbec ganhou novos ares no clima Argentino, onde cresceram com novo vigor. Hoje, a Argentina produz mais deste vinho que a França.

Gostou da história? Conheça mais sobre a história deste vinho aqui.

Quem produz o queijo vinho Larentis Tinto Malbec 2020?

Degustar um vinho elaborado sob os cuidados de uma tradicional família do setor vitivinícola em cada etapa: é essa a experiência que o consumidor terá toda vez que abrir uma garrafa dos Vinhos Larentis.

Aromas, sabores e sensações se unem pela história de uma vinícola cuja tradição começou ainda em 1876, quando Arcangelo Gabriele Larentis, aos 19 anos, deixou a região do Trento, na Itália, para vir ao Brasil. Foi em terras brasileiras que a família Larentis se tornou uma das primeiras a cultivar as variedades Chardonnay e Cabernet Sauvignon no final da década de 70, e Merlot em Espaldeira no final da década de 80 na região dos FAMÍLIA LARENTIS vinhedos. Naquela época, a produção era destinada a outras vinícolas.

Com gerações cuja paixão pelo vinho moveu trajetórias de vida, não é de se duvidar que a família Larentis atingiria o seu principal sonho: uma vinícola própria, elaborando bebidas nas quais a identidade ecoa nas taças valorizando a qualidade e o cuidado com a produção.

Conheça todos os vinhos da Larentis neste link aqui.

Você também pode gostar de…